sábado, 25 de fevereiro de 2012

Usos e Costumes(1)





 Irei gradualmente inserindo no blogue, usos e costumes de outrora que mobilizavam a grande parte da população.
A sua maioria não resistiu à voragem dos tempos, e praticamente poucos ainda perduram.

A Espadelada(1)

As espadeladas realizavam-se em tardes de Outono, na eira, por mulheres que de outras aldeias vinham ajudar, como era uso e costume.
À noite a espadelada era mais festiva; os rapazes e as raparigas, vinham em grupo das aldeias vizinhas, cantando e dançando ao som da harmónica chamada "Sanfona".
As espadeladas e as desfolhadas eram o ponto de reunião. A espadelada era feita em três fases:

 1 - A mulher segura a estriga na mão esquerda sobre a borda do cortiço, e com a espadela na mão direita, sacode as arestas para o exterior, seguidamente saem os tomentos.

2 - A estriga que ainda ficou na mão da mulher, vai ao sedeiro, que depois de assedada, deixa ficar no chão a estopa.

3 - A terceira operação deixa a pura fibra ou "filaça" que são as sedas, que depois vão para a fiação.

Portugal e Brasil unidos com troca de afetos em Lafões

Portugal e o Brasil têm inestimáveis laços construídos ao longo de centenas de anos. Países irmãos, cujas histórias se cruzam e entrelaçam c...