sábado, 4 de abril de 2015

BARRAGEM da ERMIDA-RIBEIRADIO- RIO VOUGA

OPWAY Engenharia vai participar na obra do aproveitamento Hidroeléctrico de Ribeiradio – Ermida, empreitada orçada em 88 milhões de euros que deverá estar concluída em 2013(2015). O Primeiro-ministro, José Sócrates, assistiu ao lançamento desta obra reconhecida como Projecto de Potencial Interesse Nacional (PIN), na freguesia de Ribeiradio, concelho de Oliveira de Frades.
O aproveitamento hidroeléctrico de Ribeiradio – Ermida, à semelhança da obra de reforço de potência da barragem de Picote na qual a OPWAY também está envolvida, enquadra-se na estratégia do Governo de duplicar a capacidade de produção de energia eléctrica e eliminar as importações (actualmente cerca de 20% do consumo) de electricidade até 2020.
Esta obra vem reforçar portfolio da OPWAY em empreitadas na área dos recursos hídricos, que inclui, entre outras, as barragens da Bouçã e do Picote, a Central Térmica da Tapada do Outeiro, duas barragens de terra no Alqueva, ampliação da Capacidade de Produção do Subsistema de Castelo do Bode e o reforço da barragem do Picote.
Potência total instalada de 78,1 megawatts.
A barragem é composta por duas infra-estruturas - Ribeiradio e Ermida – e tem como finalidade principal a produção de energia hidroeléctrica por fonte renovável e limpa, garantindo também os volumes necessários para o abastecimento público, industrial e rega, tanto a jusante do aproveitamento como a partir das albufeiras que serão criadas. Quando concluído, o aproveitamento
hidroeléctrico de Ribeiradio-Ermida irá possuir uma potência total instalada de 78,1 megawatts.
O projecto, desenvolvido pela Greenvouga (empresa detida pela EDP e pela Martifer) e há muito reclamado pela população local, irá dar oportunidades de actividade a centenas de fornecedores e empresas da região. Estima-se que no pico da obra, 550 pessoas directamente e 1700 indirectamente estarão a trabalhar neste projecto, que se prolonga por 44 meses?




           

Sem comentários:

Portugal e Brasil unidos com troca de afetos em Lafões

Portugal e o Brasil têm inestimáveis laços construídos ao longo de centenas de anos. Países irmãos, cujas histórias se cruzam e entrelaçam c...