segunda-feira, 19 de outubro de 2015

RECUPERAÇÃO das ANTAS

Autarquia de Oliveira de Frades tem plano de conservação para evitar destruição das pinturas da Anta de Antelas.

A Câmara Municipal de Oliveira de Frades quer realizar uma operação de conservação e restauro no dólmen de Antelas, na freguesia de Pinheiro, num dos mais importantes monumentos megalíticos em Portugal. O vestígio arqueológico, com cinco mil anos, apresenta nesta altura alguns problemas, relacionados com infiltrações de água e humidade, e que ameaçam as pinturas existentes na anta.
Para evitar uma eventual perda patrimonial, a autarquia traçou um plano de intervenção  que prevê também um arranjo do espaço exterior ao monumento e a colocação de painéis informativos. O projecto já foi candidatado ao novo quadro comunitário de apoio, através da CIM Viseu Dão Lafões, esperando a autarquia obter financiamento europeu para a obra.
Apesar de o dólmen de Antenas não estar sempre aberto ao público, e de quem o quiser ver necessitar de pedir uma chave no museu municipal, são muitos o que visitam. Há até estrangeiros que vêm de propósito a Portugal para visionar a anta, informou o técnico superior de cultura na Câmara de Oliveira de Frades, Filipe Soares.




Sem comentários:

O TEMPO JÁ NÃO É O QUE ERA

Em alguns locais da vila de Oliveira de Frades o gelo atingiu "quase um metro". A "saraivada" ocorreu cerca das 16...