terça-feira, 5 de abril de 2016

PROVÉRBIOS DE DEZEMBRO


“Nuvens em Setembro: chuva em Novembro e neve em Dezembro.”
 
“Não há Dezembro valente que não trema.”
 
“Ande o frio onde andar, no Natal cá vem parar.”
 
“Em Dezembro descansa mas não durmas.”
 
“Em Dezembro, a uma lebre, galgos cento.”
 
“Se queres um bom alhal, planta-o no mês do Natal.”
 
“Lenha de figueira, rica de fumo, pobre de madeira.”
 
“Em Dezembro chuva, em Agosto uva.”
 
“Quem colhe azeitona antes do Natal, deixa metade no olival.”
 
“Mal vai a Portugal se não há três cheias antes do Natal.”
 
“Em Dezembro treme o frio em cada membro.”
 
“Os dias de Natal são saltos de pardal.”
 
“Dezembro com Junho ao desafio, traz Janeiro frio.”


 “Dezembro frio, calor no estilo.”

“Nem em Agosto caminhar, nem em 
Dezembro marear.”






Sem comentários:

O TEMPO JÁ NÃO É O QUE ERA

Em alguns locais da vila de Oliveira de Frades o gelo atingiu "quase um metro". A "saraivada" ocorreu cerca das 16...