terça-feira, 17 de março de 2009

CASA BEIRÃ



A casa típica da Beira Alta é quadrangular, ocupa pouco espaço e é geralmente constituída por dois andares, o rés-do-chão e o primeiro andar. O primeiro andar, ao qual se tem acesso por uma escada exterior de pedra, onde se encontram os quartos e a cozinha. As divisões são pequenas, tudo dividido em madeira. A cozinha é o único lugar da casa que tem pedra no chão para acender o lume. Na cozinha, era também vulgar encontrar-se uma salgadeira onde geralmente as pessoas guardavam a carne que iam utilizando na sua dieta alimentar durante o ano. Muito rudimentar, utilizavam a tripeça(banco de madeira com três pés) e as panelas de ferro. Na parte de cima da pilheira era vulgar existir  o caniço, conjunto de canas onde se secavam figos, castanhas e presuntos. 
  No rés-do-chão, existiam lojas para animais, a adega, o celeiro, e os produtos que as pessoas obtinham através do cultivo das suas terras. A loja é um terreno com uma manjedoura e um curral para os porcos. Era na loja que se arrumava a palha e o milho, e na adega, normalmente existiam tarimbas para armazenamento dos géneros alimentícios. 
Ao lado da casa, por baixo do alpendre, havia ainda lugar para resguardar as galinhas.

Sem comentários:

O TEMPO JÁ NÃO É O QUE ERA

Em alguns locais da vila de Oliveira de Frades o gelo atingiu "quase um metro". A "saraivada" ocorreu cerca das 16...