segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

A energia nos "tempos modernos"




A viagem no tempo foi efectuada e hoje procuram-se novas alternativas para minimizar a falta de "fontes", que produzam energia eléctrica.O parque eólico do Caramulo é uma dessas "fontes", o maior da região de Viseu e o segundo maior do País. Com 45 aerogeradores já produz electricidade suficiente para 140 mil pessoas, mais que o total de habitantes daquela cidade, informou ontem a GENERG.Localizado nos concelhos de Oliveira de Frades, Tondela e Vouzela, o parque do Caramulo – que ficou completo nos últimos dias –, é, no entanto, o terceiro do País em aproveitamento eólico, com uma potência instalada de 90 megawatts (MW) ao que corresponde, segundo a Generg, 200 gigawatts/hora (GWh) de “energia limpa”.

A GENERG já construiu o maior parque eólico do País, no Pinhal Interior, que, “apesar de não estar ainda concluído, já tem em funcionamento 124 MW”, adiantou à Agência Lusa João Bernardo, da empresa.Com a recente entrada em funcionamento dos três últimos aerogeradores – de um novo modelo, o E-82, de dois MW cada –, de um total de 45, o parque eólico do Caramulo, orçou em 95 milhões de euros.O parque do Caramulo, segundo João Bernardo, é constituído por um conjunto de unidades geograficamente separadas (três sub-parques) que reúnem a energia produzida e a entregam à rede numa subestação comum.


EXPORTADORES DE ENERGIA

O parque da GENERG, na Serra do Caramulo, transformou Oliveira de Frades, Tondela e Vouzela, que no conjunto têm cerca de 55 mil habitantes, em concelhos exportadores de energia.Os três concelhos onde está situado o parque eólico do Caramulo, recebem, em partes iguais, as rendas anuais previstas na legislação, que a GENERG não especifica, sublinhando, no entanto, a importância “estruturante” que a energia ali produzida tem para a rede eléctrica nacional. “Contribui também para a redução da importação de energia, reduzindo, à sua escala, a forte dependência nacional”, representando 2,5 p

Sem comentários:

Portugal e Brasil unidos com troca de afetos em Lafões

Portugal e o Brasil têm inestimáveis laços construídos ao longo de centenas de anos. Países irmãos, cujas histórias se cruzam e entrelaçam c...